KIMONO OU QUIMONO?

Posted on

Seu surgimento foi no século VII, nos tempos de Nara (710-794), mas ela realmente só foi conhecida pela sua nomenclatura famosa kimono ou quimono, no século XVI, assim que os ocidentais chegaram com o seu diálogo escasso, perguntam aos japoneses qual era o nome daquele tecido de roupa, e eles simplesmente diziam… “coisa para usar”. 

Sendo assim a pergunta que não quer calar… kimono ou quimono? Acredite ou não, tanto faz, isso mesmo, kimono ou quimono estará certo de qualquer forma.

Nós conhecemos a peça kimono ou quimono ela por inteira, mas na verdade cada peça tem seus nomes, aquela peça tradicional longa que usamos para amarrar se chama kosode, a mais curta que até nós usamos nomeasse haori. Vale notificar que aquela da manga mais justa que o Sushimen utiliza é chamada de happi. É mais diversificados do que imaginávamos não é mesmo? 

Sendo ele prático de usar, também se aplica aos costumes de sua origem, vejamos, medidas, cores, e texturas, caracterizam as circunstâncias e o estado civil de quem veste. Um exemplo, as mulheres solteiras usa um de mangas longas e largas chamada de furisode, Já as mulheres casadas de mangas curtas, tomessode, e para os homens o montsuki hakama usados bastantes em ocasiões celestiais de tamanha-importância indubitavelmente. 

Vale ressaltar que nos tempos da Segunda Guerra Mundial, que o kimono ou quimono fez um enorme sucesso, devido aos soldados americanos no confronto com o Japão, os americanos trouxeram para suas esposas a vestimenta culturista. 

Veja alguns modelos de kimono ou quimonos: 

 Furisode, usados por mulheres solteiras, mais comuns usarem na Seijin Shiki (Cerimônia da maturidade, no mês de janeiro, em que a jovem completa 20 anos.)

Komon, consideravelmente casual, permitido ser usado em um jantar no restaurante, quanto um passeio pela cidade, e pode ser usado tanto por mulheres casadas, quanto as solteiras. 

Tomesode, um fator interessante nesse modelo, é que este kimono ou quimono, era de mangas longas, e as mulheres para ser um ato de fidelidade, quando iniciava a usar kimonos ou quimonos de mangas curtas, elas cortavam essas mangas do Tomesode

Embora vimos modelos divergentes, temos o modelo de luta no corpo-a-corpo de Jiu-Jitsu, uma arte marcial de origem desconhecida, e que originalizou no Japão, e também na  Índia, onde os monges que praticavam. 

Conhecidos os modelos, o que será que acompanha um kimono?

Aqui jaz um vocabulário referente a perspectiva e acessórios de kimonos ou quimonos… 

GETA

Uma sandália feita de madeira, comumente usadas por homens e mulheres com kimono ou yukata.

Kanzashi 

Nome dado a série de utensilios usados no cabelo para ornar com o kimono.

Representa bastante os terminais esféricos e/ou formatos diversos, até mesmo pentes, até mesmo Hashi e flores também não ficam de fora desse padrão. Também com aspectos animalisticos como a carapaça da tartaruga é usada na forma de madeira laqueada, assim como a jóia jade, prata etc.

Obi

O cinto popular do traje, usado também de modo bem peculiar, varia em comprimento e largura, homens utiliza o obi de uma largura maior e firme, e sempre com cores sóbrias, com detalhe, atado apenas com um nó ás costas dando a borda na área de baixo da barriga, entre a cintura-pélvica. Já as mulheres de forma uniforme, ou seja, em geral, utilizam de forma brocado largos, com estampas brilhantes, e com desenhos feitos no tear, usados numa ocasião formal. 

Waraji

Mais utilizadas pelo os monges das décadas passadas, uma sandália simples de palha trançada vem tomando uma forma de ser adaptada aos monges atualmente. 

Tabi

Meia feita de algodão, na altura da canela ou tornozelos, com espaçamento para abriar o dedão do pé, e com abertura voltado para o lado inferior entre as pernas.

Zõri

Sandália feito a couro, ou a plástico, com acabamento de tecido, com suas caracteristicas de genêros, as femininas tem uma ponta mais oval, e estreita, já para os homens tende ser mais larga, e com as pontas arredondadas. 

Obijime 

Usados por mulheres, um cordão em fio de seda, para dar ao acabamento e firmeza na amarração do obi. Sendo ele como uma decoração. 

Agora que já vimos os modelos e acessórios, temos o traje completo, agora quando podemos nos vestir, em quais ocasiões, e qual estação do ano?

Kimono ou quimono, de um certo modo pode ser usado no dia-a-dia, não importa qual, manga longa ou manga curta, mas há sim aqueles usados em ocasiões especiais com o casamento, tem também o especial para o verão, e pelo jiu-jitsu ou judô, karatê enfim. 

Costumes, modelos, ocasiões, histórias, tudo isso em um único traje, de enorme símbolo do Japão, e agora usado universalmente, contudo visto, já deu para notar que o seu surgimento foi impactante, até mesmo para os europeus, obras de arte como a de Vincent Van Gogh, A Cortesã (1887), foi inspirada no kimono, e assim como outros autores de obras primas. 

A Cortesã (1887), Vicent Van Gogh (Pintura beseado numa estampa japonesa, Museu Van Gogh, Holanda.

Tissot – La Japonaise ou Bain (1864), Museu Beaux arts de Dijon. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.